Moda

Paris Couture Fashion Week 2018: O Melhor da Alta-Costura Parisiense

janeiro 26, 2018 Por Ju Schmidt

Nesta semana fomos bombardeados com os looks de alta-costura da Paris Couture Fashion Week 2018. De 21 a 25 de janeiro a capital francesa ficou ainda mais fashion com as deslumbrantes coleções haute couture primavera 2018.

GIVENCHY

Entre os destaques, Clare Waight Keller, que pouco mais de um mês após sua saída da Chloé assumiu o comando da Givenchy e apresentou sua primeira e impressionante coleção de alta-costura. Entre plissados e plumas a coleção de ar clássico resgatou diversas referências à obra do fundador da maison, Hubert de Givenchy.

CHANEL

Quem também fez seu debut na semana de alta-costura foi Kaia Gerber, filha da supermodelo Cindy Crawford, que desfilou para a Chanel.

Sob rumores de que deve deixar a marca ainda este ano, Karl Lagerfeld transformou o Grand Palais em um mágico jardim e apresentou uma coleção fiel ao passado da casa de moda francesa com direito a tweed, plumas, bordados florais e muito rosa.

VALENTINO

A semana de moda contou ainda com os desfiles incríveis da Valentino e da Dior. A primeira nas mãos de Pierpaolo Piccioli se transformou em uma alta-costura mais realista, com peças possíveis que vão além do red carpet, com sobreposições e incríveis combinações de cores.

DIOR

A Dior de Maria Grazia Chiuri, por sua vez, levou para a passarela peças surreais, inspiradas no trabalho da ítalo-argentina Leonor Fini. Em seu baile de máscaras P&B, a maison brincou com motivos como listras e xadrezes e misturou o estruturado da alfaiataria à tecidos fluidos e femininos.

JEAN PAUL GAULTIER

Em uma homenagem ao mestre Pierre Cardin, Jean Paul Gaultier relembrou seus modelos icônicos com pegada pop e futurista, e traços étnicos. A modelo Coco Rocha cruzou a passarela ao lado de sua filha em um momento adorável.

 

RALPH & RUSSO

Reforçando a força das influencers brasileiras, Camila Coelho desfilou de noiva para a Ralph & Russo, que apresentou uma coleção rebuscada e cheia de detalhes, com uma paleta de cores singular.

 

 

Com tantas surpresas o couture provou que ainda ter cartas na manga para sobreviver e se adequar ao cenário atual da moda, seja através de referências à temas pertinentes ou abrindo espaço para novos rostos e para a diversidade em seu casting.

Veja também esses posts relacionados:

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

Translate »