Moda

Tecnologia e Sustentablidade na Nova Flagship da Bottletop

novembro 23, 2017 Por Ju Schmidt

Você já ouviu falar da Bottletop? Se não te dou três bons motivos para conhecê-la: a marca tem DNA sustentável, conquistou famosas mundialmente e inaugurou na semana passada (16), em Londres, a primeira flagship impressa em 3D.

A MARCA

Lançada em 2002, a Bottletop trouxe para o mercado a primeira bolsa de luxo fabricada inteiramente em materiais sustentáveis, reaproveitando metais de latinhas do Quênia e resíduos de couro da Mulberry, colaboradora do projeto, no Reino Unido.

Natural de Londres, a marca leva a sustentabilidade a sério e trabalha esse conceitos nos âmbitos social, econômico e ambiental. Com seus projetos incríveis a Bottletop financiou a operação de uma fundação que leva seu nome e apoia projetos de educação e saúde em países como Etiópia, Quênia, Zimbábue e Brasil.

Em terras brasileiras desenvolveu sua coleção de bolsas e acessórios com técnicas de produção customizadas e matéria-prima sustentável, como metal reciclado e couro certificado de zero desmatamento da Amazônia, enquanto no Quênia colabora com artistas contemporâneos de destaque.

Desde seu lançamento a marca ganhou fama e conquistou clientes como a atriz Emma Watson, que agora dá nome para uma de suas bolsas, e a modelo brasileira Lais Ribeiro atual rosto da marca.

FLAGSHIP STORE

Em uma nova empreitada, a Bottletop inaugurou na última quinta (16) na Regent Street, em Londres, a primeira loja conceito impressa em 3D, uma parceria com o escritório de arquitetura Krause Architects e AI Build, empresa líder na tecnologia de impressão 3D. A flagship foi construída por robôs, conhecidos como Kuka, que imprimiram os objetos usando a tecnologia de filamento Reflow, que reutiliza resíduos plásticos.

Nas palavras do co-fundador da label, Oliver Wayman: 

“Pela primeira vez, os visitantes da nossa loja poderão testemunhar o uso sustentável desse tipo de tecnologia em primeira mão enquanto fazem compras da coleção da Bottletop e aprendem sobre a missão da marca”.

Além da nova loja, o espaço contará com uma exposição ao longo dos próximos dois meses, na qual os clientes poderão interagir com um robô Kuka e até levar para casa “um pedaço da loja” em forma de bag charms personalizados utilizando o filamento de plástico Reflow.

Veja também esses posts relacionados:

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

Translate »