Moda

London Fashion Week Fall 18: Os Highlights da Semana de Moda

fevereiro 27, 2018 Por Ju Schmidt

A semana de moda de Londres era uma das mais aguardadas da temporada pela despedida de Christopher Bailey da Burberry que, por sinal, foi um dos destaques da LFW pela celebração do orgulho LGBTQ+, no entanto, as surpresas não param por ai, o evento ficou marcado pela primeira vez da rainha Elizabeth II em uma fashion week e por desfiles originais com propostas inovadoras.

Confira os destaques da semana de moda de Londres:

BURBERRY

Mais do que uma despedida Christopher Bailey fez uma homenagem à comunidade LGBTQ+ com os padrões clássicos da marca nas cores do arco-íris. Na coleção mais autobiográfica e sincera de sua carreira, Bailey fez uma revisão honesta e simbólica de seu primeiro despertar para a moda. Para um designer que muitas vezes falou sobre ser levado a tornar a Burberry uma marca “democrática”, ele revisitou seu passado e refletiu sobre como um menino homossexual como ele, um dia intimidado, pode finalmente ser aceito e admirado.

HALPERN

Inspirado pelo glamour da era disco dos anos 80, Michael Halpern tornou o brilho o foco dessa coleção em uma explosão iridescente. Para o inverno 2019 a marca reinventa a lantejoula em cores, estampas e efeitos. Peças volumosas também foram destaque no desfile que trouxe uma moda jovem e cool para as passarelas.

ERDEM

A Erdem conhecida por seu estilo romântico surpreendeu com um enredo denso na passarela. Inspirada na história de Adele Astaire, irmã mais velha de Fred, uma mulher completamente independente que abriu mão de sua carreira por seu casamento, a coleção partiu da capacidade de Erdem Moralioglu de criar um guarda-roupa imaginário para essa personalidade do passado. A grande surpresa ficou na troca da fragilidade da mulher idealizada comum a marca pela força de uma mulher real em peças mais estruturadas em cortes impecáveis e pela substituição do floral delicado por padronagens mais densas e pelo xadrez.

J.W. ANDERSON

Pra J.W. Anderson, a liberdade dos anos 60 tem tudo haver com a sociedade atual, a irreverência de estampas paisley e babados vão de roupas formais de trabalho à peças mais elaboradas para a noite. Construindo shapes novos e inesperados, o estilista irlandês colocou a cintura lá em baixo e trouxe a silhueta oversized para criar formas inesperadas e inovadoras.

CHRISTOPHER KANE

Para o outono 2018 Christopher Kane pegou carona na #MeToo para falar sobre a força feminina. Inspirado pelo um manual ilustrado de 1972 de posições e técnicas sexuais de Alex Comfort , que se tornou um sucesso de publicação na era da libertação sexual, Kane ousou brincando com transparências, texturas como o pvc e a renda, criando um visual sexy e chic que tem tudo haver com a mulher atual.

Porém o maior destaque da London Fashion Week vai para a presença da Rainha Elizabeth na fila A do desfile de Richard Quinn, para entregar ao designer o prêmio Queen Elizabeth II, que será entregue anualmente a um nome emergente da indústria da moda britânica.

Veja também esses posts relacionados:

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

Translate »