Turismo

Hastings – Muita história na beira do mar

julho 08, 2017 Por Camile Arndt

Hastings é uma cidade super fofa, ao sul de Londres, que oferece uma mistura fascinante de muita história, o som do mar batendo na praia de pedras e para completar, gaivotas aos montes cantando e encantando sua liberdade aos quatros ventos.

Eu fui para Hastings no último domingo, com uma amiga, e fui sem muitas expectativas para ser bem sincera. Pensei assim  “ah, só mais uma cidadezinha de praia na Inglaterra”, que doce engano!!! Amei a cidade, o dia estava lindo, o mar azulzinho, perfeito para o passeio.

Batalha de Hastings

Provavelmente eu faltei a essa aula de história (disfarça), mas Hastings é super conhecida pela Batalha de Hastings no ano de 1066, onde após a morte do Rei Eduardo da Inglaterra, que não deixou filhos, começou uma guerra entre os descendentes reais (sempre a mesma história de poder e riqueza rs) e a batalha realmente estourou em outubro do mesmo ano, depois que o duque Guilherme da Normandia se proclamou o novo rei.

Babados e confusões a parte, Hastings entrou para a história e hoje é destino de milhares de turistas que buscam sossego e tranquilidade a beira-mar.

Hastings

A cidade está localizada a 85 km de Londres, o que leva menos de 2 horas de trem. Fomos bem cedinho para aproveitar bastante o dia. Pegamos o trem as 8 e meia da manhã na estação de Victoria e assim que chegamos já fomos direto para a beira da praia, ver a dança das gaivotas e as crianças brincando num lindo domingo de sol. Sério, tem muita gaivota, elas são enormes e branquinhas e lindas e voam tão suavemente!

Caminhamos um bom tanto pela orla e fomos para o primeiro cliff. Lá tem 2 penhascos, se podemos achar assim, o east e o west, que tem uns bondinhos super graciosos. Do lado east é o parque nacional e do lado west tem as ruínas do castelo.

Subimos no lado east primeiro, o bilhete custa £2,70 ida e volta e leva menos de 1 minuto para subir. É bem íngreme, então dá um medinho. Caminhamos um pouco pelo parque nacional e depois descemos de novo o bonde. Hora do almoço: pela orla existem várias opções de pubs e restaurantes e claro fomos pelo tradicional e delicioso Fish and Chips (peixe com fritas e ervilhas verdes – sim é um prato bem simplista, mas é muito apetitoso!) acompanhado de uma pint (copo – bem grande – de cerveja).

Continuamos a caminhada pela cidade, e encontramos uma feirinha super fofa vintage, com coisas antigas e usadas, que foi mais uma aula de história. Paralelo a avenida que beira o mar, tem ruelas em estilo vitoriano recheada de lojinhas – que vão de livros, decoração e roupas até os super clichês souvenirs.

Subimos o bondinho do oeste (o mesmo valor do outro) – esse não dá medo, porque ele vai por dentro de um túnel, e nos deparamos com mais uma vista maravilhosa, de tirar o fôlego! O Hastings Castle, ou melhor, o que restou desse castelo, é uma cena ímpar e belíssima. As ruínas do Hastings Castle despertam uma criatividade em saber como era o castelo em 1066 (velhinho o moço), como era a decoração, como era a vida deles nesse local. Eu amei! O ticket custa £4,70.

Ao lado das ruínas, tem um gramado lindo, para ficar apreciando a vista. Eu aproveitei esse momento e deitei na relva, agradecendo pelo dia lindo e pelas oportunidades que a vida muito generosamente tem me ofertado.

Descemos o bonde, tomamos um iced coffee e fomos para a estação de trem, para voltar para Londres. Hastings é um destino tranquilamente para um final de semana, mas o bate-volta que fizemos foi muito proveitoso também.

 

Veja também esses posts relacionados:

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

Translate »