Moda

Gisele Bündchen é Capa da Edição de Julho da Vogue Americana

junho 14, 2018 Por Ju Schmidt

Acaba de ser revelada a capa da Vogue americana de julho e a übermodel Gisele Bündchen é a cover-girl escolhida como representante dessa edição verde da revista.

MODELO E ATIVISTA

Fotografada pela dupla de holandeses Inez Van Lamsweerde e Vinoodh Matadin, Gisele surge em um editorial super natural, cercada de verde em paisagens belíssimas, vestindo looks leves e coloridos.

Em entrevista, a brasileira tocou em pontos importantes de sua vida: da carreira como modelo ao ativismo ecológico, falando também sobre as diferenças entre Brasil e Estados Unidos.

“Por que eu moro aqui? Isso se chama amor. Eu amo o meu marido. Meus filhos nasceram aqui, em nosso apartamento antigo na Rua Beacon. Eles são pequenos bostonianos, e eles amam o clima. Mas eu não vou mentir. O frio não é a minha praia. Eu sou brasileira. Eu preferiria viver descalça em uma cabana no meio da floresta”.

Hoje, aos 37 anos, a gaúcha faz questão de se distanciar do título de modelo e quer ser reconhecida por seu trabalho como ativista pela causa ambiental.

“Ser modelo é um trabalho que eu faço, uma carreira que tenho. É algo que me permitiu conhecer o mundo, e fui bem paga por isso, mas nunca me definiu”, afirma.

Em 2004, Gisele e sua família lançaram o Projeto Água Limpa, iniciativa que recupera rio e nascentes do Rio Grande do Sul com foco na preservação da qualidade da água da região de Horizontina, sua cidade natal. Ela também participou da série documental Years of Living Dangerously, do canal National Geographic, em que explora as conexões entre o desmatamento e as mudanças climáticas em plena Amazônia. Desde 2009, é também embaixadora da boa-vontade da Organização das Nações Unidas (ONU) e, em setembro do ano passado, foi convidada pelo presidente francês Emmanuel Macron para falar a líderes locais sobre a contaminação do abastecimento de água.

GISELE POR UMA MODA MAIS SUSTENTÁVEL

Agora, Gisele está engajada em levar seu ativismo à indústria da moda. Para o baile do Met deste ano, ela usou o primeiro vestido sustentável da Versace, resultado do encontro promovido pela própria modelo entre Donatella Versace, diretora criativa da grife, e Livia Firth, especialista em moda sustentável e amiga pessoal da brasileira. A peça foi feita com seda orgânica tingida de forma não-agressiva à natureza.

“As pessoas esquecem que sem um ambiente saudável não há humanos saudáveis, porque, até onde eu me lembro, nossa vida depende da saúde do nosso planeta, ponto. No fim do dia, a Terra vai ficar bem. Se nós acabarmos, ela vai se regenerar. Então temos que pensar em como sobreviver aqui. Como ter o menor impacto possível?”, questiona. “A moda é uma indústria trilionária. Nós temos os meios. Só precisamos querer fazer isso”.

 73 PERGUNTAS PARA GISELE

Além da capa e da entrevista que deu a revista, Gisele foi convidada para participar do quadro “73 Questions” da Vogue americana no You Tube, na qual ela recebeu 73 perguntas aleatórias sobre a sua vida e algumas curiosidades. Entre os questionamentos, o repórter perguntou sobre o último livro que ela leu, seus filmes e hobbies favoritos, sua família e sua relação com Tom Brady. Confira:

Veja também esses posts relacionados:

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

Translate »